Ah, juventude!

Tenho ouvido muito por aí que os 30 são os novos 20. Mas, pensa bem. Será que não são os novos 17? 18? Pensa em quem você conhece que tá na faixa dos 30. O que essas pessoas estão fazendo? E os de 40? Sim, porque se os de 30 têm 18, os de 40 têm 25.

A juventude tem sido prolongada não só pelos mil novos tratamentos de beleza que surgem a cada ano e pelas novas opções de vida saudável, mas por escolhas como ter filhos mais tarde, voltar à escola, manter um estilo de vida mais “livre” (i.e. boêmio). Parece que as pessoas estão deixando pra fazer tudo mais tarde – o que de certa forma me alivia. Mas, por outro lado, vai dar tempo de fazer tudo?

* * *

Hoje, fui à minha primeira aula do curso de História da Música sobre Schubert. Ele morreu aos 31 e compôs mais de mil peças. É um dos traços mais marcantes da biografia porque, para os padrões de gênio da música daquela época, começou tarde, aos 16. Tipo assim, anh??! E eu ainda me iludo com a ideia de voltar a aprender violino. De novo, vai dar tempo?

* * *

Meus colegas de curso são senhores e senhoras com idade na faixa dos 70 anos. Fiquei assustada quando entrei e eles, interessadíssimos em saber o que eu estava fazendo lá. Jeanne, uma das senhoras que puxou assunto comigo, me perguntou se eu já conhecia o professor. Falei que não. Ela disse: “Você vai adorá-lo. É muito divertido e tem muita gente que acaba fazendo o mesmo curso várias vezes. Nós viramos groupies dele”.

Isso me deixou muito louca. E fez todo sentido ao mesmo tempo. Groupies. Groupies de 70 anos. E é assim que eles se comportam. Os meninos fazem pose, tiram onda. As meninas sorriem com admiração e quase flertam. O professor, enfático, culto e fanfarrão, tem lá seus quarentinha. Mas perto das groupies de 70 – que na real também agem como se tivessem 17 -, parece um tiozão. E eu, desconcertada frente a tanta juventude, me contento com meus 92.

Imagine do que é capaz uma groupie de idade - nada a perder

 

Esta entrada foi publicada em janeiro 10, 2012 às 10:38 pm e está arquivada sob Música, Neurose, Uncategorized, Vida na América. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

4 opiniões sobre “Ah, juventude!

  1. eu tenho 129!

  2. Luiz S. em disse:

    Bem-vinda ao clube dos vovôs-garotos, Belle! É bem bom aqui. Pra mim, os 20 são os novos 50, quando ser ousado é pensar em ter um filho e comprar um carro antigo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: