Housewife

É muito difícil criar uma rotina. Também é muito duro se ajustar a uma, principalmente quando ela é pesada. Mas criar uma série de hábitos que devem ser seguidos em uma sequência determinada, quando não se tem nenhum compromisso, pode ser mais complicado ainda. Porque bom mesmo é dormir até o meio-dia. Quer dizer, até a culpa bater. E, pra remediar a culpa e livrar-nos do mal, amém, só uma programaçãozinha de afazeres.

Há três meses, eu deixei meu emprego em um jornal especializado em economia para acompanhar meu marido por dois anos em um país que não é o meu. A possibilidade de não ir a uma redação pela primeira vez em dez anos era, no mínimo, o melhor dos mundos. E não dá pra mentir, ainda é, mas também é difícil não ter que estar às 14h em algum lugar, não ter os amigos fisicamente do seu lado, pra você virar e falar uma besteira bem grande, ou pra comer um lanchinho quando a fome apertar no meio da tarde.

E é aí que entram os cafés. O hábito de ir ao café com um jornal que seja é quase tão importante quanto uma reunião de pauta, no caso dos jornalistas. E sair de casa pra ir à lavanderia é como se fosse uma coletiva na sede do governo. A academia, pra mim agora, é como apurar uma matéria de cidades. O supermercado, a bolsa de valores. A vida real tem ganhado um novo status pra mim e eu, que já admirava as donas de casa pelo seu trabalho hercúleo e função social, as admiro agora pela sua sanidade mental absoluta.

Sim, meus caros, não dá pra tapar o sol com a peneira. Eu estou sim pronta pra escrever reportagens e o que for para o Brasil, em busca de um curso, cheia de ideias, com sérios planos de leitura. Mas, enfim, eu me tornei uma dona de casa. Mais precisamente, housewife.

Eu, ontem à tarde, cumprindo minha rotina doméstica

Esta entrada foi publicada em outubro 6, 2011 às 11:41 am e está arquivada sob Neurose, Vida na América. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

7 opiniões sobre “Housewife

  1. bobbie em disse:

    adorei o texto Belle! e não se preocupe, logo menos você terá ótimos frilas, cursos e leituras para fazer. o problema é que pode faltar tempo para lavar a louça, a roupa…
    beijos saudosos,❤

  2. Uma dona de casa que escreve deliciosamente!🙂 saudade!

  3. Luiz S. em disse:

    Ficou gateenha nessas roupas vintage, hein!

  4. Bom ler suas notícias, Belle!
    Mesmo sem ter um prazo pra entregá-las prontas e editadas (ou receber por isso $$), não deixam de ser notícias relevantes e que interessam aos seus leitores.
    =]

    Ah! E cuidar de casa é sim uma tarefa e tanto!

    Beijos!

  5. Carolina em disse:

    Belle querida, como consolo te digo que antes eu não lia suas matérias, já hoje acordo ávida por ler suas peripécias. É alguma coisa, ou talvez todas as coisas…
    beijo grande
    Carol

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: